17 de agosto de 2013

Porque a Net fornece um novo dia

 
Só Anjos e Prostitutas.


«... não tenho interesse nenhum em bibliotecas, colecções, catálogos... ainda me acontece algum azar assim destes, meter o valter ao lado do Orwell (...) depois de Santo Agostinho há para aí uns cinquenta livros que eu gosto, e já é puxar muito a carroça. (...) ... agora o que mais gosto nos livros são as roupas das mulheres, é uma má frase, fica para mim, que toquei aquele vestido curto da A., e agora ia continuar, faria um catálogo, uma lista, iria referir-me ao biquíni da R. chamando-lhe "tapa-conas", o que ficaria mal num texto que se quer melancólico, triste, negro e etc, e que foi numa das nossas visitas à praia que me lembrei de escrever um longo e aborrecido texto que de título levava, Prática e Método, autoria de Professor Piçarra, conólogo. Não começámos bem, logo aí, até porque já tinha na arca outro título, à espera de melhores dias, o Teorias da História: Escola dos Anais. Edição anotada e tudo.»

 

6 comentários:

Panurgo disse...

Eia, boas. Então você escolhe-me logo a posta em que decidi arreliar um dos melhores homens da bloga? eheh

Obrigado pelo escusado destaque. Tenho a impressão de já ter andado por aqui, mas isto da minha cabeça tem que se lhe diga.

Abraço

Táxi Pluvioso disse...

Não há lugar mais perigoso do que uma biblioteca. bfds

http://vimeo.com/66169135

fallorca disse...

«...um dos melhores homens da bloga...» Ai ele também há disso?

microondas,
«lugar mais perigoso»? eu diria, letal
bfds

Panurgo disse...

Atenção aí com as bibliotecas

http://www.youtube.com/watch?v=-NMMzkNW5Rs

fallorca disse...

A moça tem uma pronúncia muito agradável e dois pontos um pouco mais abaixo que eliminam reticências

Táxi Pluvioso disse...

Os livros ficam bem é em Nollywood:

http://www.youtube.com/watch?v=8lZLFVJYbFc