15 de março de 2013

Porque a Net fornece um novo dia

2 comentários:

novaziodaonda disse...

Este livro do Balzac é absolutamente maravilhoso. Tão bom que até tenho receio de recomendar a alguém dado o meu entusiasmo quando falo dele.
O livro é de 1836 e estas questões mantêm-se: bom livro vende pouco.
Umas páginas antes ele diz que "agora" (referindo-se a 1820/30) já não se vendem tantos livros como antigamente (?!), desde que apareceram os "gabinetes de leitura" as pessoas já não têm que comprar os livros que lhes interessam (?!). Aqui gostaria de dizer ao francês baixinho que as bibliotecas não tiram vendas, antes pelo contrário, incentivam a leitura.

F disse...

:)