8 de agosto de 2010

Breve interlúdio musical

3 comentários:

benjamim machado disse...

sei que não é o sítio certo para o informar, mas queira saber que lá em baixo, na zona ribeirinha, na feira do livro cá de portimão o seu livro (os blues) se encontra na fronteira que separa os livros religiosos e os da poesia - bem na fronteira, como uma erva daninha - escondido. e é o único da &etc. pensei que pudesse achar piada como eu e a cris (a minha companheira) achámos.

abraços

fallorca disse...

Fronteira, honra-me ;)

noni disse...

Um bom e breve interlúdio musical abole fronteiras que outros inventaram: religião e poesia com um blues no meio; Português do Brasil e de Portugal, veiculando o mesmo Pater,o nosso-o de cada dia, diaapósdia- na língua-mãe;junta harmónica/melodicamente
o eu, o tu, o todo o mundo- pra dps os baralhar,cortar e guardar os trunfos na manga-o patrãonosso!