4 de novembro de 2012

Às vezes, lá calha...

«O deserto era uma enorme extensão sem tempo, apenas de onde em onde um cacto levantado, uma massa escura, sem ramos nem folhas, sobre a vaga ondulação da areia uniforme.»
(Teolinda Gersão)
[massa] 

2 comentários:

R. Vieira disse...

Deserto uma extensão sem tempo! Isso é demais!!!!

fallorca disse...

:)