15 de dezembro de 2011

Às vezes, lá calha...

«“Não troces de nós, jovem. Foi o destino que nos tornou ridículos, o destino!”, disse ele lentamente, com gravidade. Depois de um breve silêncio, prosseguiu: “O destino… É costume dizer que é o destino que um dia obriga o espelho a contentar-se com cinzas. Sabes o que isso significa?”»
(Atiq Rahimi)