21 de dezembro de 2011

Nem sempre a lápis (245)

E mais logo, se o vídeo não for suficientemente imbecil para me desviar a atenção, lá vou eu todo repimpado a ler Uma História da Leitura, no autocarro rumo ao Sul. Veio com um curioso origami, feito por duas páginas. Conto acrescentar mais um livro à leitura; deixar-me de histórias.

4 comentários:

MCS disse...

Eu fico podre quando me acontece isso.
Ainda tenho lá em casa um do Bernanos com cinco (!!) páginas em branco que só dei por ela umas semanas depois.

(ps. "Uma História da Leitura")

fallorca disse...

E eu tenho um exemplar da Obra Completa de Carlos Oliveira (ed.Caminho, não tenho o livro aqui) que trazia um folio repetido.
Tive o cuidado de verrificar se não substituia o que pudesse estar em falta.
Mas o origami é giro, o cuidado da dobragem, tope bem :)
Álbum de fotografias

F disse...

A minha primeira reacção foi: "fogo! É preferível sublinhar que dobrar!" Só depois é que "enxerguei"

fallorca disse...

Estronça... :P