31 de março de 2011

Foi um Verão tórrido

«Às vezes, a minha cabeça era como uma taberna pobre no meio de uma feira; e enquanto eu olhava distraído através das janelas, entrava toda a sorte de palavras.»

5 comentários:

imo disse...

Já cá está? É que é já a seguir! :)

miguel. disse...

este já está agendado para as férias...

fallorca disse...

Esfomeados, predadores!

miguel. disse...

Hienas à solta!!

:)

Andressa C. disse...

as palavras entram dentro da minha unha e eu sangro.