22 de novembro de 2010

Porque a Net fornece um novo dia

A Felicidade, Luís-Anton Baulenas; trad. Maria João Teixeira, QuidNovi
Com a presença do autor e de Sebastià Bennasar (jornalista e escritor)

2 comentários:

Funes, o memorioso disse...

Chego aqui vindo do Blog Há vida em Marta. Ainda não vi nada, mas não posso já deixar de me curvar diante de quem se dispôs a prestar o inestimável serviço público de traduzir Sylvina Ocampo e Adolfo Bioy Casares.

fallorca disse...

Funes, o memorioso, saudável ironia, amigo.
Quanto ao inestimável serviço público, os louros pertencem ao editor Marcelo Teixeira e à sua colecção Ovelha Negra; limito-me a transcrevê-los (copiar, à Piglia) para português.
Obrigado, puxe por um livro e sinta-se em casa :)