22 de dezembro de 2010

Às vezes lá calha...

«Sai-me da frente», contei-lhe que começava a escrever um livro com esse título; Sai da Frente. Não percebeu, como eu ainda não percebi de que memória caiu; que respiração se oferece.

11 comentários:

margarete disse...

foto fabulosa :)

margarete disse...

p.s.-cusquice: essa pelúcia encostadinha à perna tem vida?

fallorca disse...

Coisa? É a gentil menina Piupiu e o outro é o Cookie; ou o Proust, como lhe chama o meu filho

margarete disse...

perdão! :D

lebredoarrozal disse...

é mesmo uma foto maravilha:)
feliz natal:D

fallorca disse...

Lebre... tem cuidado com os caçadores, disfarçados de Pai Natal!

N. disse...

:-)

fallorca disse...

Pirolita ;)

clara disse...

Olá.
Como está o teu filho (Diogo), não sei se é único.
Deixei-te uma mensagem a propósito de moliceiros.
Ainda tenho um quadro teu, com quadrados e uma lata de tinta, lembras-te?
Vou ser vóvó em Abril.
Tenho uma cadelinha muito linda chamada Nini...já te estou a imaginar a mandares-me à fava.
Beijinho
Claró

fallorca disse...

Que alegria nos acabas de dar Claró.
Deixa contacto (tlm) e modero,
ganda beijoca
(o moliceiro que ofereceste ainda existe e é a alegria dos gatos:))
Topa:
http://nemsemprealapis.blogspot.pt/2010/12/nem-sempre-lapis-113.html

fallorca disse...

Ah... és a nova/última seguidora, ok :)