16 de agosto de 2011

Que faz um poeta em Lisboa?
Espera, até que a escrita doa.

2 comentários:

Bípede Falante disse...

Em Lisboa, parece que até a dor é boa! :)
beijoss

fallorca disse...

bjs